IPR 103

ORIGEM

Originou-se do cruzamento entre cafeeiros dos grupos Catuaí e Icatu, realizado pelo IAC. Em 1977, o material foi introduzido pelo IAPAR sob a denominação de IAC H 9878-EP 187 c.582, que passou a ser denominada IAPAR 77054. Por meio do método genealógico, foi selecionada a progênie IAPAR 77054 – 40, que deu origem à progênie F IAPARLF 77054-40-10. 5
 

CARACTERÍSTICAS

Possui plantas de porte médio, formato cilíndrico, diâmetro de copa e comprimento de internódios médios, similares aos da 'Catuaí', e folhas de tamanho médio, similares às de 'Mundo Novo'. Apresenta maior vigor vegetativo que o da 'Catuaí' e grande ramificação plagiotrópica secundária. Os frutos são de maturação mais tardia do que os da 'Catuaí', de cor vermelha; as sementes são de tamanho médio e os brotos de cor bronzeclaro. Apresenta moderada resistência à ferrugem-do-cafeeiro, resistência parcial à necrose dos frutos e sistema radicular rústico. A bebida é de boa qualidade e a produtividade alta. Minimiza as geadas e é adaptada ao calor e a solos pobres.
 

RECOMENDAÇÕES DE PLANTIO

Indicada, preferencialmente, para cultivos adensado, semi-adensado e tradicional em regiões mais quentes, com temperatura média anual entre 21ºC a 23ºC, no Paraná. O espaçamento entre as plantas pode ser em torno de 1,0 m. É indicada para regiões quentes e solos pobres.
 

FICHA TÉCNICA

PORTE Médio
COPA Cilíndrica
DIÂMETRO DA COPA Médio
COMPRIMENTO DE INTERNÓDIO Médio
RAMIFICAÇÃO SECUNDÁRIA Abundante
COR DAS FOLHAS JOVENS Bronze-claro
TAMANHO DA FOLHA Médio
COR DO FRUTO MADURO Vermelha
FORMATO DO FRUTO Oblongo
TAMANHO DA SEMENTE Médio
FORMATO DA SEMENTE Curto e largo
CICLO DE MATURAÇÃO Tardio
ONDULAÇÃO DA BORDA DA FOLHA Pouco ondulada
RESISTÊNCIA À FERRUGEM Moderadamente resistente
RESISTÊNCIA A NEMATÓIDE Suscetível
VIGOR Alto
QUALIDADE DA BEBIDA Boa
PRODUTIVIDADE AltA